terça-feira, 6 de março de 2012

Flucky


Uma família, em um dia de praia. Tudo parece perfeito. Os pais estão em um quiosque, sentados e conversando com uns amigos. Sua filha, Rose, de 5 anos está brincando na parte rasa da praia. O cachorro esta deitado aproveitando um pouco o Sol.
Mas o mar é sempre tão traiçoeiro, e uma onda mais forte veio para lembrar a todos disso. Rose estava na parte rasa, mas após essa grande onda, começou a ser levada para o mar. O único que viu a cena foi Flucky, o cachorro da família. Ele viu que tinha algo errado, e tentou chamar a atenção dos donos, mas tudo o que ele conseguiu foi:
 - Agora não Flucky, depois agente brinca.
Percebendo que ninguém iria fazer nada, foi correndo em direção a pequena garota que estava sendo arrastada pelo mar como um elefante arrasta uma bactéria. Ela já estava bem distante da praia, e Flucky nadou mais do que pode para tentar alcançá-la, mas a corrente estava muito forte, e Rose parecia cada vez mais distante.
Finalmente Flucky a alcançou. A agarrou com a boca pelo pequeno biquíni, e começou a nadar. Rose estava desacordada, ela não tinha chance contra a fúria daquela maré. Foi então que Flucky percebeu: ele deveria nadar, mas para onde? A corrente estava tão forte, que no momento ele não conseguia nem sequer ver a praia. Decidiu então seguir seus instintos. Com muita dificuldade, pela água atrapalhando, sentiu um cheiro de algo que lembrava areia. Decidiu que era para lá que deveria nadar. E foi o que fez.
Fazendo muita força, pois estava carregando Rose desacordada, ele nadou. Nadou, nadou e nadou. Nadou até não lhe sobrar mais forças, e foi então que percebeu que não iria conseguir. Esse seria seu fim. tentou proteger aquela pobre criança indefesa, mas não conseguira nem ao menos proteger a si. E foi então que desistiu. Com dificuldade, colocou Rose sobre seu corpo, e decidiu que ficaria ali com ela, até que o fim dos dois chegasse. E essa imagem, vista de longe, não seria algo que passasse despercebido.
Quinze minutos depois, Os pais de Rose já estão desesperados pois não acham a filha. Um homem que estava surfando se aproxima. Eles percebem que ele carrega algo em seus braços. Rose ainda tossia muito, mas ao menos estava bem, graças ao surfista que a encontrou boiando e realizou os primeiros socorros. Imediatamente a levaram para o hospital, e nem sequer deram conta de que Flucky não estava mais lá. Por mais que Rose estivesse desacordada enquanto estava na água, e que tivesse apenas 5 anos, pelo resto da vida ela sentiu que, em algum momento, Flucky a salvara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário